vislumbres sobre visualidade

Posts Tagged ‘arte

Mariko Mori é uma artista japonesa conhecida por trabalhos que se utilizam de materiais e equipamentos tecnológicos para criar painéis fotográficos, vídeos e instalações interativas.

Até dia 10 de Julho, o Centro Cultural Banco do Brasil recebe a mostra “Oneness” (unicidade), cujo título faz referência às duas maiores instalações em exibição, que requerem a participação do público. “Wave UFO”, uma gigantesca cápsula na qual os visitantes podem entrar (de três em três), produz animações que refletem padrões de ondas cerebrais. “Oneness”, que dá nome à mostra, é um círculo de figuras feitas de material plástico que reage ao toque do público, emite pulsações e se acende.

nota: as imagens não correspondem às instalações do Centro Cultural Banco do Brasil.

Fonte: Página Cultural

http://paginacultural.com.br/artes/mariko-mori-no-brasil/

Anúncios

Jellyfish é um projeto experimental para a visualização dinâmica de uma enciclopédia de arte. Pode-se dizer também que é uma forma eficaz de mostrar a interligação de conteúdos, tão necessária à aquisição de conhecimento.

Esta enciclopédia foi desenvolvida em Processing.

[via processing.org e Jellyfish (3.3 mb)]

Imagens viajantes de visualizações de dados, realizadas pela IBM. Dá vontade de fazer algo assim, mas como?

(via @VenessaMiemis)

Tags: , , ,

O músico Andrew Morley teve a idéia de relacionar uma nota musical para cada um dos quatro componentes químicos do DNA. Ele, então, entrou em contato com o compositor Michael Zev Gordon que imediatamente abraçou a idéia, vislumbrando o código genético como material bruto que poderia ser transfigurado em notas musicais, mas também como algo de extraordinária beleza. A sinfonia Allele surgiu a partir destes dois pontos de vista.

Os 40 membros do coral tiveram seu código genético decifrado e, ao mesmo tempo, fazem parte de uma pesquisa científica que pretende identificar o que distingue os grandes cantores dos demais seres humanos.

Tags: , ,

Que tal pendurar na parede de casa um quadro com o seu DNA? Existem várias empresas na internet oferecendo este tipo de “arte personalizada” a partir de 225 dólares.  Você recebe um kit com o instrumental para retirar algumas células da bochecha. O material é recebido pela companhia que, então,  transformam estes dados em “obra de arte”. Você  vai poder mostrar para os seus amigos que ali está representado  seu próprio DNA. Não se trata de uma imagem qualquer. Engraçado, mas estes quadros de DNA me fizeram recordar aqueles posters de por do sol de trinta anos atrás. Alguém saberia me dizer o por que?

Tags: ,

Common Sense é uma exibição que se propõe a examinar o sonho americano. A obra acima, realizada com taças de champagne, mostra a diferença média entre os salários de uma empresa. A diferença entre as médias do assalariado e do presidente da empresa cresceu de forma dramática nos Estados Unidos nos últimos 5o anos, passando de 1:25 para 1:275. Será um sinal da força das corporações americanas? Será que os valores individuais estão sendo valorizados? Será que estes “grandes talentos” apresentam uma produção compatível com seus gigantescos salários?

Na Alemanha esta diferença é de 1:14 e no Japão um presidente de empresa ganha até 11 vezes mais do que a média de empregado de manufatura. Gostaria de conhecer esta média no Brasil. Alguém me sugere como descobrir os grandes salários?