vislumbres sobre visualidade

Archive for the ‘design de informação’ Category

A internet está em constante evolução, isso é inegável. A cada dia que passa, tecnologias são desenvolvidas e aprimoradas de modo a otimizar a experiência dos “navegantes”. O aumento da interatividade nas páginas web é um dos exemplos que ilustram essa preocupação com a imersão do usuário. Não podemos de mencionar os navegadores, parte fundamental em todo esse processo.

No infográfico a seguir, interativo, são apresentadas tanto as evoluções dos navegadores quanto as principais tecnologias que influenciaram a web desenvolvidas nas últimas décadas.

Clique aqui para saber mais detalhes deste projeto.

O designer brasileiro Dimitre Lima criou este interessante infográfico-poster do ciclo lunar de 2011. Ele organizou os ciclos da lua de forma a criar esta “flor” peculiar. Além desse chamativo visual, o ciclo da lua em si ficou muito bem apresentado. Fica claro o padrão de comportamento das fases da lua no decorrer do ano pela utilização de ondas para construir a imagem. No grande ciclo exterior, estão escritos todos os dias do ano e há uma indicação de quantos dias as fases de lua cheia e lua nova duram.

O poster do ciclo lunar está a venda no site O Estudio Elastico.

Ao longo de suas aulas de estatística, o professor sueco Hans Rosling foi percebendo que existem muitas ideias pré-definidas nos estudantes sobre temas de tendências globais, como expectativa de vida, mortalidade infantil, taxas de pobreza entre outros.  Segundo o professor, é necessária uma melhor comunicação na transferência desses dados para a população.

Pensando nisso, começou a desenvolver um software que apresentasse essas informações de forma clara, intuitiva, divertida e inovadora. O resultado mostra notícias surpreendentes sobre o desenvolvimento global, desmascarando alguns mitos existentes. Nas mãos de Hans, tendências mundiais na área da saúde e economia ganham vida. Como por exemplo, em sua relação entre taxa de fertilidade e expectativa de vida, onde ele mostra as mudanças ao longo das décadas, desmistificando a ideia de que locais com alto índice de fertilidade possuem uma menor expectativa de vida. Para isso são utilizadas bolhas coloridas representando os países, e sua variação de tamanho é proporcional ao tamanho da população, uma animação é criada para mostrar as modificações dos dados ao longo das décadas.

Nesse vídeo, Hans apresenta um pouco sobre seu trabalho e suas experiências, de forma interessante e divertida, vale a pena conferir.

Conhecido na web graças aos “infográficos animados” que vem publicando ( Anatomia de um vírus de computador, por exemplo), Patrick Clair é um designer que vem se especializando no ramo de visualizações de dados. Atualmente trabalha na ABC australiana, produzindo visualizações para o programa de TV Hungry Beast.

O desenvolvimento de infográficos pode ser uma excelente ferramenta de pesquisa para se aprofundar em estudos. Não somente as aplicações mais recorrentes que normalmente se utilizam de estatísticas, mas a visualização de dados pode demonstrar quão frequente uma relação ocorre, ou evidenciar padrões e práticas em narrativas por exemplo. Um bom exemplo da diversidade de abordagens infográficas sobre um assunto é o projeto Charting The Beatles. Uma iniciativa de Michael Deal em investigar diferentes aspectos da produção artística dos Beatles em diversos infográficos. O designer convida quem tiver interesse no projeto para contribuir com suas próprias visualizações. Isso é que é ser um beatlemaníaco! O projeto já possui diversos posters!

A auto-referência nas letras

Clique para ver melhor

Auto referencia - Detalhe

O nível de colaboração entre os músicos

Clique para ver melhor.

Colaboração x Autoria - Detalhe

A agenda  

Clique para ver melhor.

Agenda - detalhe

Gostou? Lembra deste post? Os cabelos dos Beatles de 63 a 70!

O Better Life Index é uma iniciativa da OECD para apresentar um índice de bem-estar dos países, que reúne 11 indicadores socio-econômicos em uma única visualização. O projeto inova ao sair da velha representação cartesiana de dados, tão comum em apresentações de dados como esse. Ao todo,  34 países no projeto são representados por uma flor. Cada pétala é uma indicação dos outros índices como nível de emprego e saude. Quanto mais alta a flor, melhor é o índice desse pais.

O mais bacana é que a visualização é interativa. É possível dar prioridade de visualização a certos indicadores, sendo possível portanto ver como certos países se comportam em alguns nesses índices. Com isso, é possível ter um estudo visual mais completo e menos parcial da informação.

O projeto para a OCDE foi desenvolvido em parceria com Moritz Stefaner, Jonas Leist and Timm Kekeritz.

Mais um projeto desenvolvido pela movity.com. Não é um tipo de visualização que seja nova, mas mesmo assim vale apena dar uma conferida. Para quem já jogou Simcity, já viu esse tipo de visualização, onde os dados sobre a ocorrência do crime se dá diretamente sobre o mapa. É bom ver iniciativas como essa, que ajudam as cidades a se conhecerem melhor, pelo fato de as informações estarem disponíveis publicamente. E eu creio que está seja a questão mais interessante: uma visualização eficiente, disponível para todos.

Como seria o mapa de crimes do Rio de Janeiro?

veja o projeto aqui

Tags: ,