vislumbres sobre visualidade

People and Places – A rede social da Bíblia.

Posted on: 30/07/2011

Lembrando-se do post de ontem? O mesmo designer Chris Harrison, após criar a visualização das referências cruzadas, decidiu criar um novo conjunto de dados obtidos a partir dos textos da Bíblia.

Ao contrário da “Bible Cross-References” que primava pelo estético, essa nova visualização se aprofundou mais na história da Bíblia em si, nos lugares e personagens, sendo só deles: 2.619 nomes. Ela se desenvolveu a partir da criação de uma ligação toda vez que dois nomes bíblicos apareciam em um mesmo versículo, o que produziu uma rede social de pessoas e lugares. Chris teve que usar um algoritmo de agrupamento espacial que ele mesmo havia desenvolvido para outros projetos já que o resultado do algoritmo não reproduzia uma ordenação ou estrutura como o “Bible Cross-References”. O resultado é esse que você vê abaixo:

 

Na rede social, entidades com menos de 40 conexões são desenhadas em um ângulo. Aqueles com 40 ou mais entidades ligadas são prestados na horizontal – tamanho é linearmente proporcional ao número de conexões. O gráfico contém mais de 10.000 conexões, demais para ser útil e, portanto, feito propositadamente fracas para não sobrecarregar a peça. Os nomes On, So e No foram excluídos uma vez que são os dois nomes e palavras já que o autor da visualização não fez um reconhecimento de entidades mencionadas ao analisar o texto.

Depois de criar a rede social, Chris possuia dados suficientes para criar uma nova visualização. Com a lista de nomes bíblicos já compilados, distribuída de forma clássica, que mostra onde várias pessoas e lugares ocorrem no texto. Grande parte da Bíblia é cronológica, para que haja uma ordenação forte temporal.

Visualmente, esta é toda a Bíblia impressa em uma única folha de papel (você precisa olhar para a versão de alta resolução para vê-lo). Flutuando sobre o texto são as pessoas e lugares que aparecem na Bíblia – mais de 2.600 nomes no total. Estes são posicionados de acordo com sua localização média no texto. Além disso, o tamanho da fonte é proporcional ao número de ocorrências no texto – o maior nome, o mais freqüentemente ele aparece. Os nomes On, Assim e Não foram excluídos mais uma vez.

A visualização tem três temas de cores. Além disso, como o gráfico é tão denso, existem duas versões extras para pessoas que realmente querem estudá-lo de perto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: