vislumbres sobre visualidade

Immaterials: light painting WiFi

Posted on: 04/06/2011

Rádios, computadores e celulares, são objetos comuns do nosso dia-a-dia pelos quais recebemos e compartilhamos informações. Para que essas informações cheguem a esses canais elas percorrem caminhos através de ondas imperceptíveis aos sentidos humanos preenchendo os espaços a nossa volta. O desafio desse projeto era justamente tornar visível esse terreno confuso e intangível dos sinais de WiFi que se espalham pelos espaços urbanos.

Para criar essa visualização foi usada uma haste medindo quatro metros de altura, com 80 pontos de luz, que revela seções transversais através de redes WiFi, usando uma técnica fotográfica denominada light painting (pintura de luz). Conectava-se às luzes, uma sonda que responde à força do sinal recebido(RSSI) de uma rede WiFi em particular. Ao passear pela cidade com esse aparato os estratos de instensidade do sinal de WiFi eram captados e através da fotografia de longa exposição todo esse trajeto era capturado. As seções transversais são uma abstração da força do sinal Wi-Fi, um gráfico de linha de RSSI através do espaço físico. Embora possa ser usado para determinar a intensidade do sinal real em um determinado ponto, é muito mais interessante como uma maneira de ver o padrão geral, os picos e os vales situados no espaço físico.

Mapeando os espaços que essas redes habitam, em uma escala relativa à arquitetura da cidade, o aparato desenha no ar paisagens invisíveis que são reveladas a nós através da fotografia.

[http://vimeo.com/20412632]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: