vislumbres sobre visualidade

Beleza na visualização de dados

Posted on: 30/08/2010

David McCandless makes infographics — simple, elegant ways to see information that might be too complex or too big, small, abstract or scattered to otherwise be grasped. In his new book, Information Is Beautiful (in the US, it’s being called The Visual Miscellaneum), McCandless and his cadre of info designers take a spin through the world of visualized data, from hard stats on politics and climate to daffy but no less important trends in pop music.

McCandless’ genius is not so much in finding jazzy new ways to show data — the actual graphics aren’t the real innovation here — as in finding fresh ways to combine datasets to let them ping and prod each other. Reporting the number of drug deaths in the UK every year is interesting; but mapping that data onto the number of drug deaths reported by the UK press, broken down by drug, is utterly fascinating (more deaths by marijuana were reported than in fact occurred, by a factor of 484%). McCandless contributes a monthly big-think graphic to the Guardian‘s Data Blog, and makes viral graphics for his blog Information Is Beautiful.

Anúncios

1 Response to "Beleza na visualização de dados"

É interessante o ponto que ele coloca sobre o poder da informação. A maneira como os dados são apresentados visualmente alteram sensivelmente a informação que adquirimos. Quando ele fala sobre “data is the new oil/soil” certamente, na atual conjuntura mundial, mais do que dinheiro ou exército, tem poder que tem a informação. Mas não simplesmente os dados crus, como num simples gráfico. Isso normalmente não diz muita coisa para quem apenas passeia visualmente com os olhos. Mas ter acesso a esses dados, e saber molda-los, lapidá-los e logicamente, apresenta-los de uma forma sucinta e objetiva é um caminho para a manipulação de conceitos acerca de quase tudo que vemos e vivemos. É como plantar uma idéia, aparentemente de modo ingênuo, mas altamente nocivo. Para mim, design de informação ou qualquer outro tipo de design é sim propor a melhor solução possivel, harmonica, elegante e eficientemente objetiva, mas para isso é preciso um trabalho árduo, como Michelangelo fazendo Davi emergir de um bloco de mármore bruto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: